Adestrador critica mau comportamento de Bo


Para Cesar Millan, Barack Obama deveria investir mais tempo no adestramento do cachorro, que visivelmente domina o presidente americano

 

A imagem do presidente norte-americano Barack Obama sendo conduzido por Bo, seu cachorro de estimação, causou a reprovação do adestrador de cães César Millan. O profissional tem um programa de TV sobre o tema e é famoso por cuidar do comportamento dos totós de diversas celebridades. Ele declarou ao canal CBS que Obama deveria colocar seu animal na linha.

Millan disse ainda que não é apropriado que o presidente dos Estados Unidos seja arrastado pelo Cão d’agua Português como foi visto na imagem. “Definitivamente, esse dia não foi uma boa cena a ser vista. O cão sempre na frente do presidente”. O adestrador, que defende que os donos devem demonstrar liderança para com seus pets, também criticou o ex-presidente George W. Bush e Barney, seu teimoso Terrier Escocês. Ele também permitia que o cachorro caminhasse na sua frente”, declarou.

Quanto ao temperamento de Bo, esta não é a primeira vez que o animal é criticado por não ter limites. Em 2009, Michelle Obama confessou que o cachorro era um pouco “doido”, pois tinha o sério vício de morder o pé das visitas e costumava latir até altas horas da noite, mantendo o presidente acordado por muito tempo.

Fonte: PetMag